WG ALMEIDA

TUDO A MÃO

  • test :
foto por Amr Taha

A necessidade de otimização dos ambientes está cada dia mais evidente, e isso fica acentuado com a diminuição significativa no tamanho das moradias – principalmente nos apartamentos. O espaço disponível já não é mais como há uns anos atrás, quando os ambientes de interação das casas – sala de jantar e estar – possuíam um layout amplo e arejado. A realidade dos dias atuais é bem diferente: ambientes cada  vez menores, e na maioria das vezes, integrados.

Através dessa mudança global no morar, várias estratégias foram criadas para auxiliar na organização dos projetos. Marie Kondo foi uma das precursoras, com seu método, a ensinar como setorizar e organizar de maneira eficiente os lares.

Entrando na parte da arquitetura e do design, essa necessidade de otimizar espaços para facilitar o dia a dia das pessoas deve começar antes mesmo dos projetos. Entender as reais necessidades do seu cliente, para traduzi-las fisicamente em forma de móveis, desse ser o grande objetivo.

Para quem deseja um estilo de vista mais minimalista – mantendo o essencial -, a tendência “Tudo à mão” pode ser uma grande aliada. Deixando de lado armários e compartimentos fechados, acaba sendo necessário um maior senso de organização, afinal, tudo estará à mostra.

Tudo exposto e sem barreiras ao uso cotidiano, elevando as experiências do dia a dia, como cozinhar ou simplesmente receber amigos e familiares. Valorizar os objetos pessoais e, até mesmo, íntimos: essa é a sacada principal para que a essência dos usuários seja evidenciada.

Foto por Natasha Reddy

PRATELEIRAS POR TODOS OS LADOS

– As prateleiras são os curingas no momento de pensar na organização. Fácil de acessar, elas garantem muita praticidade na utilização diária;

– Use e abuse em todos os ambientes: de cozinhas a banheiros, elas podem ser inseridas nos projetos para garantir a otimização dos espaços;

– Prefira cores neutras ao utilizar prateleiras, como branco, preto e madeirado, para dar destaque aos itens que estarão nelas.

Foto por Jonathan Wolf
Foto por Derick McKinney

ESTANTES NUNCA SÃO DEMAIS

– Estantes não servem apenas para organizar livros, mas também para decorar. Itens com valor sentimental são ótimos para compor a décor do espaço;

– São eficientemente boas no quesito de deixar o ambiente mais despojado, tornando os projetos versáteis e cheios de personalidade;

– As estruturas metálicas permanecem em alta, e com elas, novos modelos de estantes, com design mais fluido. Aposte nelas!

Foto por Julissa Capdevilla
Foto por Anne Nygård

ESCADAS DECORATIVAS

– Se você tem uma escada que não usa ou que não tem mais lugar, nada melhor que usá-la como um objeto decorativo;

– Encostadas na parede, pode ser muito mais que apenas uma escada: utilize como revisteiro, para pendurar lenços e acessórios, ou até mesmo como toalheiro;

– Dependendo do modelo e da profundidade dos degraus, pode virar uma sapateira ou uma prateleira, cabe a você decidir como vai decorar.

Foto por Alex Durham
Foto por Rumman Amin

“Tudo à mão” proporciona uma composição diferente e original pra quem gosta bastante de mudar o ambiente com certa frequência. A irregularidade que garante todo o charme e a essência dessa tendência, dando praticidade e versatilidade para seus projetos!

SEU COMENTÁRIO

Open chat